E-mails de Marcelo Odebrecht citam campanha de Haddad em 2012

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O empreiteiro Marcelo Odebrecht já entregou mais de 3 mil e-mails em 1,2 mil páginas à força-tarefa da Operação Lava Jato desde que entrou em prisão domiciliar, em dezembro de 2017.

Marcelo Odebrecht passou dois anos e meio em regime fechado em Curitiba, mas deixou a cadeia em dezembro do ano passado, após ser beneficiado com acordo de delação que fechou com o Ministério Público Federal.

O acervo contém não apenas mensagens escritas pelo delator da Odebrecht ou a ele enviadas que ligam o ex-presidente Lula – condenado e preso na Lava Jato – ao terreno que abrigaria o Instituto Lula, em São Paulo, e ao sítio de Atibaia.

Os e-mails entregues pelo delator em fevereiro e em abril deste ano tratam também de suposto caixa 2 à campanha de Fernando Haddad (PT), à Prefeitura de São Paulo, em 2012, e doação para campanha de Paulo Skaf (MDB) ao Governo de São Paulo em 2010 e em 2014.

 

Adaptado da fonte Estadão

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque