E-mails de Marcelo Odebrecht citam campanha de Haddad em 2012

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O empreiteiro Marcelo Odebrecht já entregou mais de 3 mil e-mails em 1,2 mil páginas à força-tarefa da Operação Lava Jato desde que entrou em prisão domiciliar, em dezembro de 2017.

Marcelo Odebrecht passou dois anos e meio em regime fechado em Curitiba, mas deixou a cadeia em dezembro do ano passado, após ser beneficiado com acordo de delação que fechou com o Ministério Público Federal.

O acervo contém não apenas mensagens escritas pelo delator da Odebrecht ou a ele enviadas que ligam o ex-presidente Lula – condenado e preso na Lava Jato – ao terreno que abrigaria o Instituto Lula, em São Paulo, e ao sítio de Atibaia.

Os e-mails entregues pelo delator em fevereiro e em abril deste ano tratam também de suposto caixa 2 à campanha de Fernando Haddad (PT), à Prefeitura de São Paulo, em 2012, e doação para campanha de Paulo Skaf (MDB) ao Governo de São Paulo em 2010 e em 2014.

 

Adaptado da fonte Estadão

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.