‘É mentira’, diz Bolsonaro sobre voto de Kassio a favor de Battisti

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“É mentira que Kassio Nunes teria votado concordando que Battisti permanecesse no Brasil”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a alertar que o desembargador Kassio Nunes Marques, indicado ao Supremo Tribunal Federal (STF), não votou contra a deportação do terrorista italiano Cesare Battitsti.

A atuação de Nunes em um julgamento do caso no Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1) tem sido utilizada por críticos para rejeitar a escolha de Bolsonaro para a vaga aberta pelo ministro Celso de Mello no Supremo.

Em mensagem no Facebook, neste domingo (4), Bolsonaro enfatizou:

“O desembargador Kassio participou de julgamento que tratou exclusivamente de matéria processual e não emitiu nenhuma opinião ou voto sobre a extradição. A apelação no TRF1 nunca chegou a ser julgada em razão de decisão posterior do STF.” 

E acrescentou:

“Portanto, é mentira que Kassio Nunes teria votado concordando que Battisti permanecesse no Brasil.”

Anteriormente, em interação com apoiadores na parte externa do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro já havia rebatida a narrativa envolvendo Nunes e o caso Battisti.

“No caso Battisti, quem decidiu foi o Lula ou foi a Dilma, um dos dois. E mais ainda: se eu não me engano, o Supremo Tribunal Federal decidiu isso também. Então, era uma coisa transitado em julgado”, disse Bolsonaro, como noticiou a RenovaMídia.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.