PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘É o comunismo’, diz Bolsonaro sobre revolta popular em Cuba

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Bolsonaro comentou sobre os protestos registrados nas últimas horas em Cuba.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente Jair Bolsonaro comentou, nesta segunda-feira (12), sobre os protestos registrados nas últimas horas em Cuba contra a ditadura comunista.

Em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“[O povo em Cuba] foram pedir liberdade. Sabe o que tiveram ontem? Borrachada, pancada e prisão. E tem gente aqui no Brasil que apoia Cuba, que apoia Venezuela. Gente que foi várias vezes para Cuba tomar champagne com Castro, foi para a Venezuela tomar uísque com o Maduro.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“E tem gente aqui que apoia esse tipo de gente, é sinal de que querem viver como os venezuelanos, como os cubanos.”

Bolsonaro completou:

“É o comunismo. O cara prega igualdade, mas todos são iguais na pobreza. Alguém sabe quanto é salário mínimo em Cuba? 20 dólares, R$ 100. Na Venezuela está, atualmente, em US$ 5 dólares. Você tem que pegar uma sacola de dinheiro para comprar pão, se achar pão. Temos problemas no Brasil, quem não tem problema em casa? Imagina um município, um estado, o Brasil. Inteligente é quem aprende com erros dos outros; idiota aprende com próprios erros; imbecis não aprendem nunca.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.