Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

‘É um golpe que foi dado no Supremo’, diz Reale Júnior

‘É um golpe que foi dado no Supremo’ diz Reale Júnior
COMPARTILHE

O jurista, político e professor Miguel Reale Júnior criticou nesta quarta-feira (19) a decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello.

A liminar determina a soltura de milhares de presidiários condenados em segunda instância. 

Em entrevista à “Jovem Pan“, Miguel Reale declarou:

É um acinte do ministro ao Supremo, do qual ele faz parte. Ele tinha que esperar que a Casa tomasse essa decisão. Ele não é o STF, é um ministro do STF. No último dia de trabalho do Supremo, monocraticamente, ele impõe seu pensamento ao colegiado.

A liminar, que é uma decisão provisória, é resposta a uma Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) protocolada pelo PCdoB em 18 de abril deste ano.

O jurista afirmou:

É um golpe que foi dado no Supremo Tribunal Federal. É realmente uma surpresa, porque o presidente [da Corte, ministro Dias] Toffoli já havia determinado que essa questão voltaria ao plenário [para ser reavaliada] em abril do próximo ano.

O entendimento atual do STF é que a prisão seja executada após segunda avaliação.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários