Português   English   Español

Economia do Chile é referência na América do Sul

O Chile pode encerrar 2018 como a primeira nação da América do Sul a atingir uma renda per capita superior a US$ 25 mil em paridade do poder de compra (PPC), medida que considera diferenças de custo de vida entre os países.

O levantamento foi feito pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo informações da Folha.

A ultrapassagem não será suficiente para fazer a economia do Chile ingressar no grupo que o FMI classifica como avançadas. Mas é uma marca simbólica importante.

O impressionante nível de desenvolvimento econômico do Chile ajuda a explicar porque a economia do país inspira formuladores de políticas públicas de outros países da região, como o futuro ministro da Economia do Brasil, Paulo Guedes.

Ex-professor universitário no país vizinho, Guedes citou, durante a campanha de Jair Bolsonaro à presidência, o Chile como referência do modelo previdenciário de capitalização para o qual ele defende que o Brasil migre gradualmente.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter