- PUBLICIDADE -

Eduardo cobra lealdade de deputados do PSL ao presidente

Eduardo cobra lealdade de deputados do PSL ao presidente

- PUBLICIDADE -

“Acho que o eleitor espera que o deputado do PSL atenda Bolsonaro”, afirmou o deputado Eduardo.

O líder do Partido Social Liberal (PSL) na Câmara, deputado Eduardo Bolsonaro (SP), cobrou lealdade ao pai e disse que a retribuição virá nas eleições de 2022. 

Em entrevista ao jornal Estadão, Eduardo declarou:

“Entre você ficar com o dinheiro do fundo partidário, diretórios e garantia de legenda […] e atender o presidente, acho que o eleitor espera que o deputado do PSL atenda Bolsonaro.”

Após anunciar a desistência de concorrer ao posto de embaixador nos Estados Unidos, Eduardo afirmou que não se pode fazer política com o fígado. 

“Ouço muita coisa que me desagrada, mas tampo o nariz”, comentou o parlamentar.

O filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, também não descartou a possibilidade de ser o herdeiro de Bolsonaro e um dia disputar a Presidência, caso haja um “clamor popular”.

“É uma possibilidade que eu aceitaria se fosse uma missão, como foi para Jair Bolsonaro. Não tendo outro nome ou havendo algum clamor popular, na falta de sucessores, enfim, em qualquer cenário desses”, disse Eduardo.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -