Português   English   Español

Eduardo Jorge declara voto nulo no segundo turno

Eduardo Jorge declara voto nulo no segundo turno

O vice de Marina Silva fez críticas aos partidos de Haddad e Bolsonaro e afirmou que ambos tem ‘tendências autoritárias’.

Eduardo Jorge declarou voto nulo no segundo turno nesta quarta-feira (24).

O vice de Marina Silva (Rede) no primeiro turno das eleições à Presidência da República criticou os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT), afirmando que ambos tem tendências autoritárias e disse não acreditar em suas propostas.

Em comunicado no Facebook, Eduardo declarou:

Prefiro apostar que teremos capacidade de recuperar a simpatia dos cidadãos mais moderados, mais sensatos que foram capturados pelos dois lados desta detestável polarização. Sim. Votarei nulo, contra o PSL e contra o PT.

O vice de Marina pontuou que, nas eleições de 2010 e 1014, o segundo turno foi entre dois partidos com tendências de esquerda.

Ele explicou:

Um socialista mais radical e outro socialdemocrata bem moderado. Escolhi votar no segundo pois avaliei virtudes e defeitos de ambos e ele me pareceu menos distante do que eu pensava na época.

Seguindo um caminho contrário, dias atrás, a candidata derrotada da Rede declarou “apoio crítico” ao candidato do PT, conforme noticiou a Renova Mídia.

Adaptado da fonte IG

Deixe seu comentário

Veja também...