Português   English   Español

Eduardo Paes admitiu ter sido atingido pela onda Bolsonaro

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Líder das pesquisas até a véspera da eleição, Eduardo Paes (DEM) admitiu ter sido atingido pela onda Bolsonaro, que favoreceu a votação de quadros menos conhecidos da política.

O ex-prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, que vinha sendo apontado nas pesquisas eleitorais como líder das intenções de votos, admitiu que pode ter sido atingido por uma espécie de “onda Bololsonaro”, que favoreceu a votação de quadros menos conhecidos da política.

Paes foi para o segundo turno com cerca de 1.5 milhão de votos a menos que o ex-juiz federal Wilson Witzel (PSC), que era um azarão para chegar ao segundo turno.

“De fato teve nesse momento no Brasil um movimento que mexeu com as peças do jogo político”, disse o candidato sem citar o candidato a presidência Jair Bolsonaro (PSL).

O candidato do DEM também admitiu que pode rever a estratégia de neutralidade em relação a disputa pela presidência da República.

No primeiro turno, Paes disse que não se posicionados em favor de qualquer candidato por achar que essa seria a melhor estratégia política para quem quer governar um estado da federação.

“A minha nação é o Rio de Janeiro. Essa questão [de apoios] é algo a ser discutido durante a semana com a campanha”, declarou Paes.

 

Adaptado da fonte O Globo

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações