Português   English   Español

Eduardo se reúne com Salvini e pede desculpas por Battisti

Eduardo se reúne com Salvini e pede desculpas por Battisti
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O encontro entre Eduardo e Salvini aconteceu em Milão, na sede do consulado-geral do Brasil. Esteve presente também o deputado ítalo-brasileiro Luis Roberto Lorenzato.


O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) teve uma reunião na tarde desta sexta-feira (19) com o vice-premiê e ministro do Interior da Itália, Matteo Salvini, um dos símbolos da nova geração de líderes direitistas da Europa.

Em uma live transmitida pelo Facebook, e depois em uma coletiva de imprensa, Eduardo pediu “desculpas” a Salvini pelo Brasil ter concedido asilo ao terrorista italiano Cesare Battisti.

“O Brasil pede desculpas por Cesare Battisti ter ficado tantos anos no país”, disse Eduardo.

Salvini, por sua vez, agradeceu pela colaboração do presidente da República, Jair Bolsonaro, na extradição, que aconteceu em janeiro.

No vídeo de pouco mais de sete minutos, Salvini e Eduardo também falaram sobre as eleições europeias, imigração e a recém-aprovada lei na Itália de legítima defesa que flexibiliza o porte de arma.

Eduardo ainda ressaltou que o “mundo está mudando” e citou a eleição de Donald Trump nos Estados Unidos, de Viktor Orban na Hungria e a reeleição de Benjamin Netanyahu em Israel.

Em sua visita à Itália, Eduardo Bolsonaro, que é presidente da Comissão de Relações Exteriores da Câmara dos Deputados, também se reuniu com Alberto Torregiani, filho de joalheiro assassinado por Battisti.

A passagem de Eduardo pela Itália faz parte de um giro pela Europa que incluiu uma ida à Hungria para uma reunião com Orban, como você viu na RENOVA.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...