Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Egípcio desafia FBI a provar ligação com al-Qaeda

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Egípcio desafia FBI a provar ligação com al-Qaeda

“Desafio o FBI a provar que sou um terrorista. […] O meu caso é de perseguição política”, afirmou o egípcio.

O egípcio Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim afirmou, nesta quinta-feira (15), que o FBI não tem provas de que ele teria conexões com o grupo terrorista al-Qaeda.

Após cinco horas de depoimento à Polícia Federal (PF) no aeroporto de Guarulhos, Ibrahim disse que seus aparelhos eletrônicos já estão com as autoridades. Ele garantiu que nada será encontrado na perícia dos equipamentos.

Falando em árabe à imprensa com o auxílio de um tradutor, o egípcio declarou:

“Desafio o FBI a provar que sou um terrorista. Não vão encontrar nada porque não sou. Já estava no Brasil há mais de dois anos levando uma vida como qualquer cidadão, casado e trabalhando. O meu caso é de perseguição política.”

E, segundo O Globo, acrescentou:

“Tenho muito medo de ser deportado ou extraditado porque no meu país muitos dissidentes do governo foram torturados e mortos.”

Ibrahim deve ser ouvido nesta sexta-feira, 16 de agosto, pelos agentes do governo dos Estados Unidos.

O advogado Muslim Ronaldo Vaz Oliveira, que representa o acusado de terrorismo, disse que o FBI foi à PF e pediu para interrogá-lo sem a presença da defesa, o que teria sido negado pelas autoridades do Brasil.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email