Egito cancela visita de chanceler do Brasil após anúncio de Bolsonaro

Idiomas:

Português   English   Español
Egito cancela visita de chanceler do Brasil após anúncio de Bolsonaro
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O governo do Egito cancelou a visita do chanceler brasileiro Aloysio Nunes após o presidente eleito Jair Bolsonaro indicar a transferência da embaixada em Israel para Jerusalém.

O cancelamento foi confirmado pelo gabinete de Aloysio Nunes, em Brasília.

A decisão chegou acompanhada de desculpa corriqueira na diplomacia: problemas de agenda.

Mas, segundo informações da revista Veja, o recado foi absorvido pelo ministério em sua versão real: a proposta do presidente eleito Jair Bolsonaro para mudar a embaixada brasileira para Jerusalém equivale ao reconhecimento da soberania de Israel sobre a cidade sagrada.

Esta posse não é reconhecida pelas Nações Unidas e tem sido um dos temas de disputa com a Autoridade Palestina, que demanda Jerusalém Oriental como sua capital.

Egito é um dos principais parceiros comerciais do Brasil no Oriente Médio. Entre janeiro e setembro deste ano, o país exportou US$ 1,5 bilhão para o Egito e importou desse país US$ 157 milhões, o que rendeu um saldo comercial de US$ 1,33 bilhão.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque