El Salvador eleva repressão contra violações de quarentena

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A nação centro-americana tem cerca de 6 milhões de habitantes vivendo em um estado de quarentena por causa do coronavírus.

Nayib Bukele, presidente de El Salvador, anunciou, nesta segunda-feira (6), que os cidadãos que violarem a quarentena serão retidos em “centros de contenção” durante 30 dias. Motoristas terão seus carros confiscados.

Em um pronunciamento televisionado à nação, Bukele disse que as forças de segurança do país da América Central foram orientadas a cumprir as ordens de quarentena com mais rigor para impedir a disseminação do coronavírus

“As restrições são as mesmas, mas seremos muito mais duros para cumpri-las”, disse Bukele, como noticiou a agência Reuters.

Até o momento, El Salvador tem apenas 78 casos confirmados de Covid-19 e 4 mortes.

Bukele acrescentou que as medidas de quarentena nacionais serão prolongadas por 15 dias, sem especificar a data precisa de seu término. 

O presidente salvadorenho ainda delineou um plano para rastrear pessoas portadoras do vírus e colocá-las em observação.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.