Marxistas do ELN atacam polícia e exército da Colômbia no leste do país

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Exército de Libertação Nacional (ELN) atacou bases do exército e da polícia no leste da Colômbia, ações que se somam a outras realizadas por essa guerrilha ontem em diferentes pontos do país, informaram nesta quinta-feira (11/01) fontes oficiais.

A prefeitura local comunicou hoje no Twitter:

Expressamos repúdio e total rejeição ao ataque realizado ontem à noite por inimigos da paz contra as instalações da polícia de Saravena.

O ataque da ELN contra o quartel da polícia de Saravena, no departamento (província) de Arauca, aconteceu ontem durante a madrugada e não deixou vítimas.

Segundo contou aos jornalistas o comandante encarregado da polícia em Arauca, coronel Juan Eduardo Arcos, dois guerrilheiros dispararam várias vezes contra o quartel da polícia.

A ação, que causou danos no edifício, não deixou mortos nem feridos.

Por outra parte, o comandante das forças militares, general Alberto José Mejía, disse em entrevista à emissora “Blu Radio” que uma base militar do exército instalada no município de El Tarra, no departamento de Norte de Santander, também foi atacada por guerrilheiros.

O ELN começou ontem uma onda de ataques em diferentes partes do país depois que encerrou em 9 de janeiro o cessar-fogo bilateral de 100 dias com o governo colombiano.

Essas ações fizeram com que o presidente colombiano, Juan Manuel Santos, ordenasse o retorno ao país para consultas dos negociadores de paz com essa guerrilha que estavam em Quito.

Com informações de: (1)

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.