Elon Musk compra briga com a grande mídia

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Elon Musk, multibilionário do mundo da tecnologia e responsável por empresas como Tesla e SpaceX, é a mais recente pessoa pública a comprar briga com a grande mídia.

Tudo começou após este tweet, em que Musk diz que “a hipocrisia dos grandes veículos de comunicação que dizem falar a verdade, mas publicam só o necessário para não ser completamente mentira” é o motivo de não terem mais a confiança do público.

A resposta veio de Andrew Hawkings, reporter do site de tecnologia The Verge, falando que “Musk continua sua transformação em uma pessoa como Trump, que odeia a mídia e grita fake news para tudo o que vê”.

Menos de 280 caracteres foi o necessário para que Elon Musk abrisse os olhos e desafiasse a grande mídia.

Ele respondeu:

“Imaginei que você fosse falar isso. Ninguém pode criticar a mídia, do contrário vocês começam a gritar ‘Você é exatamente como Trump!’. Por que você acha que ele foi eleito? Porque ninguém mais acredita em vocês. Vocês perderam a credibilidade há muito tempo.”

“O problema é que os jornalistas estão sob pressão para conseguirem o máximo de cliques e ganharem o máximo possível com anúncios ou serão despedidos. É uma situação complicada, já que a Tesla não compra anúncios, mas as empresas de carros movidos a combustíveis fósseis estão entre as maiores anunciantes do mundo”, completou o CEO da Tesla em outro tweet.

Desacreditado com a credibilidade da mídia e das próprias agências de fact-checking, ele anunciou que planeja criar um site onde pessoas reais poderão classificar as notícias, jornalistas, jornais e editores de acordo com a sua veracidade e crédito. Musk disse que pensa em chamar o portal de Pravda, em referência ao jornal de propaganda da URSS, em atividade até hoje.

Aparentemente, o projeto ainda não chegou sequer ao papel, mas recebeu grande apoio do público, tendo quase 90% de aprovação em enquete que já recebeu mais de 580 mil votos. Musk brincou falando que a opção contrária recebeu poucos votos, mesmo com centenas de artigos atacando a enquete.

Vitória arrasadora da opção “Sim, isto seria bom” sobre a criação de um site que analisa a credibilidade dos jornalsitas

Ainda nas palavras dele, “embora uma parte dos leitores não se preocupe com a credibilidade dos veículos de comunicação, os jornalistas e editores se preocupam, pois é assim que eles se definem”.

Para finalizar, Musk disse que não se sentia bem assim em muito tempo. Nada melhor do que se livrar das amarras da grande mídia e poder ser livre para falar o que pensa.

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações