Elon Musk diz que Tesla foi sabotada por funcionário

Idiomas:

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Sem identificar o sabotador, empresário afirma na mensagem aos colaboradores que muitas empresas querem que “a Tesla morra”.

O presidente-executivo da Tesla, Elon Musk, afirmou em e-mail enviado aos funcionários que a montadora americana de carros elétricos sofreu “extensa e danosa sabotagem”.

O autor da sabotagem, segundo ele, seria um colaborador, acusado de ter feito mudanças no código de programação do sistema de produção e enviado informações sigilosas da empresa para terceiros.

Musk afirmou na mensagem que descobriu sobre o suposto caso de sabotagem durante o final de semana.

O executivo escreveu:

A extensão completa de suas ações ainda não são claras, mas o que ele admitiu até agora ter feito é muito ruim. A motivação declarada é que ele queria uma promoção que não recebeu.

Na mensagem, Musk não identificou o suposto sabotador.

“Como vocês sabem, uma longa lista de organizações querem que a Tesla morra”, disse Musk no e-mail, afirmando que a relação inclui investidores em Wall Street, companhias petrolíferas e montadoras rivais de veículos. Ele não citou nome de nenhuma empresa.

 

Com informações da VEJA

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque