Em busca de ajuda econômica, Maduro visita a China

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O ditador Nicolás Maduro chega nesta quinta-feira (13) na China para assinar acordos comerciais com o maior credor da Venezuela, país mergulhado em uma profunda crise.

Antes de viajar, Nicolás Maduro afirmou que se tratava de “uma visita de Estado muito necessária, muito oportuna e cheia de grandes expectativas (…) para avançar em novos acordos de parceria estratégica no campo econômico, comercial, energético, financeiro, tecnológico”.

O ditador da Venezuela ficará na China de quinta a domingo, segundo a agência oficial de notícias chinesa Xinhua.

O ministério das Relações Exteriores chinês indicou que o “presidente” Xi Jinping se reunirá durante sua visita com seu colega venezuelano.

Em entrevista coletiva, o porta-voz do ministério, Geng Shuang, declarou:

A China espera que esta visita fortaleça a confiança política mútua e aprofunde a cooperação entre os dois países.

E acrescentou:

O governo venezuelano implementou recentemente reformas econômicas e financeiras com boa resposta social. Acreditamos que um desenvolvimento estável da Venezuela é do interesse de todas as partes.

Há três semanas, Maduro adotou um plano de reformas econômicas para enfrentar a crise na Venezuela, com uma grave escassez de alimentos e medicamentos e hiperinflação que poderia exceder 1.000.000%, segundo o FMI.

 

Adaptado da fonte AFP
SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...