Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Em liberdade, Lula esnobou enterro de dois irmãos

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Em liberdade Lula esnobou enterro de dois irmãos

A Justiça negou nesta quarta-feira (30) o pedido do presidiário Lula da Silva para deixar a prisão temporariamente e comparecer ao enterro de seu irmão Genival Inácio da Silva, o Vavá.

Entre os motivos citados pela Polícia Federal para negar a liberdade temporária de Lula, estão o risco de fuga, atentado e protestos de grupos contrários e favoráveis ao petista.

As lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT) estão utilizando a negativa da Justiça para propagar o discurso de que o ex-presidente Lula é um prisioneiro político.

Acontece que, curiosamente, quando ainda estava em liberdade, Lula não compareceu ao velório e enterro de dois irmãos, enviando representantes em seu lugar.

Em dezembro de 2004, Lula, então presidente da República, não compareceu ao velório de João Inácio, um irmão por parte de pai que havia morrido de câncer, registra “O Antagonista“. O petista foi representado na ocasião por outro irmão, Frei Chico.

Pouco mais de um mês depois, no dia 19 de janeiro de 2005, Lula voltou a faltar ao velório de um irmão.

Odair Inácio de Góis faleceu em São Bernardo do Campo, vítima de ataque cardíaco, e também era irmão do então presidente por parte de pai.

Lula preferiu embarcar para Tabatinga, no Amazonas, onde relançou o “Projeto Randon”, e mandou Frei Chico representá-lo no enterro, informa a “Caneta“.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email