Português   English   Español

Em novo vídeo, Temer ataca o poste Fernando Haddad

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

É o terceiro vídeo que o presidente do Brasil, Michel Temer, divulga em menos de 24 horas rebatendo críticas que fazem ao seu governo.


Em um novo vídeo publicado no Twitter, o presidente Michel Temer voltou a atacar um provável candidato à Presidência da República.

O alvo desta vez foi Fernando Haddad (PT), que no momento ocupa o cargo de poste na chapa de Lula.

Nesta quarta-feira (5), Temer já havia atacado Geraldo Alckmin, que concorre ao Planalto pelo PSDB. É o terceiro vídeo que o presidente divulga em menos de 24 horas rebatendo críticas que fazem ao seu governo.

O vídeo direcionado a Haddad tem duração de 1 minuto e 47 segundos e foi publicado às 13 horas desta quinta-feira (6). Temer começa o vídeo convidando Haddad para uma conversa:

Você que pode ser candidato a vice-presidente ou presidente da República, não sei bem como serão as coisas.

Depois, defende a legalidade do seu mandato e recomenda que o petista leia a Constituição:

Mas quero recomendar a você, quando você e seus companheiros me chamam de golpista (…) eu quero que você leia a Constituição, Haddad. Coisa que você fará com toda a tranquilidade. Primeiro, para verificar que na Constituição está escrito que quando um presidente é impedido o vice-presidente constitucionalmente assume.

E acrescentou:

É que hoje, Haddad, ninguém quer cumprir a Constituição, ninguém quer cumprir lei. As pessoas querem fazer aquilo que você está fazendo. Ou seja, inventar as coisas da sua própria cabeça.

Veja o vídeo completo publicado na conta oficial de Michel Temer no Twitter:

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...