Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Embaixador da Bolívia no Brasil denuncia ‘golpe da extrema-direita’

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Embaixador da Bolívia no Brasil denuncia 'golpe da extrema-direita'
COMPARTILHE

Diplomata boliviano acusou a oposição em seu país de ser uma “direita muito conservadora, violenta, racista”.

José Kinn Franco, embaixador da Bolívia no Brasil, afirmou, nesta terça-feira (12), que houve um golpe de Estado em seu país construído pela extrema direita.

Em discurso na Câmara dos Deputados, em Brasília, logo após se reunir com líderes de partidos da oposição, Franco declarou:

“Quero aproveitar para fazer a denúncia desse golpe que foi construído já antes das eleições. Foi organizado, programado e estruturado especialmente pela extrema direita de nosso país, que é uma direita muito conservadora, violenta, racista e que está agora fazendo perseguição das lideranças do nosso partido, o MAS, além de deputados, senadores.”

Apesar das evidências de irregularidades apresentadas por auditorias, o embaixador Franco descartou a hipótese de fraudes nas eleições presidenciais:

“Se vocês olham o informe da OEA, não tem a palavra fraude, não tem a palavra manipulação da votação. Falam de irregularidades, mas não de fraude.”

De acordo com a agência EBC, Franco também anunciou que vai renunciar ao cargo de embaixador, mas não disse quando: 

“Temos algumas renúncias dos embaixadores, que em solidariedade ao presidente Evo Morales também apresentaram a renúncia. Mas, também temos algumas outras tarefas a cumprir, por isso eu não renunciei, mas vou renunciar em algum momento também.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM