Português   English   Español
Português   English   Español

Embraer fecha pedido de 10 jatos com empresa da Nigéria

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Embraer fecha pedido de 10 jatos com empresa da Nigéria

O contrato foi assinado durante o evento Airline Business Seminar, que a fabricante brasileira realiza nas Ilhas Maurício, a Air Peace passa a ser o primeiro operador dos E-Jets E2 na África.

A empresa brasileira Embraer anunciou nesta quarta-feira (3) um pedido de 10 jatos E195-E2 feito pela companhia aérea Air Peace, da Nigéria, e direitos de compra para mais 20.

Como noticiou o jornal EXTRA, caso a empresa nigeriana exerça todos os direitos de compra, o contrato com terá o valor de US$ 2,12 bilhões (preço lista), a ser incluído na carteira de pedidos firmes (backlog) do segundo trimestre de 2019.

Jato E195-E2 da Embraer

No final do mês passado, em cerimônia realizada na sede da Embraer, em São José dos Campos, a empresa entregou o primeiro jato E175 à Mauritania Airlines.

A companhia aérea da Mauritânia havia assinado, em julho de 2018, um pedido com a Embraer para dois aviões deste modelo. O contrato foi fechado no valor de US$ 93,8 milhões, como noticiou a RENOVA.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Veja também_

TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email:

Fique tranquilo(a), assim como você também odiamos spam, você poderá sair quando quiser :)

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Nunca mais seja massa de manobra. Assine!