PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Emenda para a Covaxin é de Aziz e Randolfe, diz presidente

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Inventaram a corrupção virtual, né?", indagou o presidente Bolsonaro.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente Jair Bolsonaro afirmou que a emenda que possibilitou a importação da vacina indiana Covaxin foi de autoria dos senadores da CPI da Pandemia.

A declaração foi feita, nesta segunda-feira (28), em conversa com apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília.

Bolsonaro citou os senadores Omar Aziz (PSD-AM), presidente da comissão, Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Renildo Calheiros (PC do B-PE), irmão de Renan Calheiros (MDB-AL):

“Inventaram a corrupção virtual, né? Não recebemos uma dose, não pagamos um centavo. Mas a emenda para a Covaxin veio deles, Randolfe como relator, do irmão do Renan e do próprio Omar Aziz.”

Bolsonaro se referia as emendas a MP (medida provisória) 1026/2021, de fevereiro deste ano.

Após ser alvo de críticas nas redes sociais por estar envolvido com a formulação da MP que está sendo utilizada para a acusar o líder do governo na Câmara, deputado Ricardo Barros, de corrupção, Randolfe despistou:

“O problema não é a MP, é a emenda que o deputado Ricardo Barros apresentou na Câmara para favorecer a vacina indiana (Covaxin). A MP que relatei autoriza IMPORTAÇÃO, não autorizava o Governo a superfaturar vacina.”

O chefe do Executivo ainda afirmou que nenhuma dose foi comprada e que o preço acertado pela Covaxin foi praticado em outros países.

Nada fizemos de errado”, disse Bolsonaro, afirmando que não tem como saber o que acontece em cada ministério, mas que confia em seus ministros.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.