Português   English   Español

Emmanuel Macron cede e cancela imposto sobre combustíveis

Para tentar conter os protestos dos “coletes amarelos”, o governo da França decidiu nesta quarta-feira (5) abandonar o imposto sobre combustível que planejava implantar.

Ontem (4), o primeiro-ministro francês Édouard Philippe já havia anunciado a suspensão do imposto por seis meses. Mas, visando conter os protestos dos “coletes amarelos”, o governo decidiu ir além.

Édouard comunicou aos parlamentares da França a decisão do presidente Emmanuel Macron de retirar a previsão de aumento do Orçamento de 2019, com o objetivo de “dialogar” com os manifestantes, registra O Antagonista.

Philippe não deixou claro se o reajuste poderia ser adicionado, eventualmente, em uma emenda ao orçamento durante o ano que vem.

Estima-se que o governo francês deixará de arrecadar R$ 8,7 bilhões com a concessão. E não há garantia de que os “coletes amarelos” suspendam seus violentos protestos, que já causaram prejuízos milionários em Paris.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter