Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Empresa quer acabar com botões físicos dos smartphones

Empresa quer acabar com botões físicos dos smartphones
Imagem: Reprodução/Twitter

O chip TouchPoint terá a sua primeira demonstração pública nos próximos dias em evento nos EUA.

A empresa UltraSense Systems apresentou um novo chip capaz de descobrir que tipos de movimentos o usuário de smartphone está fazendo com as mãos.

De acordo com a fabricante dos Estados Unidos, o dispositivo TouchPoint gera ondas sonoras inaudíveis que conseguem identificar os movimentos feitos pelos dedos, inclusive se você estiver usando luvas, além de distinguir os dedos de outros objetos.

A empresa planeja equipar futuros smartphones com diversos destes chips de alta precisão ao redor da sua carcaça, com o objetivo de analisar toda a movimentação dos dedos ao tocar no dispositivo, eliminando a necessidade utilizar os tradicionais botões físicos.

Imagem: UltraSense/Reprodução

Com a eliminação dos botões de volume e liga/desliga, por exemplo, seria possível criar novos tipos de design para os celulares.

Tal funcionalidade também tornaria os aparelhos mais resistentes à água, uma vez que todas as entradas da carcaça seriam retiradas. 

Outro detalhe importante é que estes sensores da UltraSystem têm praticamente o mesmo valor que os botões convencionais, facilitando a sua aplicação, informa o site TecMundo.

O chip TouchPoint terá a sua primeira demonstração pública durante a CES 2020, que acontece entre os dias 7 e 10 de janeiro em Las Vegas, nos EUA.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias