Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Empresas da China deixam bolsas dos EUA em ritmo acelerado

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Chanceler da China denuncia ‘intimidação econômica’ dos EUA
COMPARTILHE

A deslistagem mais recente é da 58.com Inc., maior empresa de classificados on-line da China.

Empresas da China estão saindo das bolsas dos Estados Unidos no ritmo mais acelerado desde 2015.

A movimentação acontece em meio às tensões crescentes entre o regime comunista de Xi Jinping em Pequim e o governo Donald Trump.

Desde o início do ano, companhias chinesas listadas nos EUA anunciaram quatro acordos para fechar capital, com valor combinado de US$ 8,1 bilhões, incluindo dívida. 

No mesmo período do ano passado, não houve nenhum acordo desse tipo. As informações¹ são da agência Bloomberg.

A pandemia de coronavírus também fez com que algumas empresas chinesas listadas nos EUA parecessem relativamente subvalorizadas, de acordo com Steven Tran, sócio do escritório de advocacia Mayer Brown, em Hong Kong.

“Acrescente o sentimento geralmente negativo nos EUA sobre tudo o que é relacionado à China, e temos a receita perfeita para um aumento das transações de fechamento de capital”, explicou Steven.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.