Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Empresas mudam rotas para evitar espaço aéreo no Oriente Médio

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Itália quer elevar impostos sobre açúcar e passagens de avião

Tensão no Oriente Médio está forçando companhias aéreas a modificarem rotas dos voos comerciais.

Com o objetivo de evitar eventuais perigos em meio à crescente tensão entre os Estados Unidos e o Irã, algumas companhias aéreas comerciais modificar as rotas dos voos que cruzam o Oriente Médio.

Na noite desta terça-feira (7), a Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA confirmou a proibição de pilotos e transportadoras americanas de voar em algumas áreas do Iraque, Irã, Golfo Pérsico e no Golfo de Omã, como noticiou a RENOVA.

A companhia Qantas, da Austrália, alterou suas rotas a fim de evitar o espaço aéreo do Irã e do Iraque até novo aviso.

Já as companhias aéreas Emirates e Flydubai, dos Emirados Árabes Unidos, cancelaram os voos para Bagdá, depois dos ataques do Irã contra duas bases em território iraquiano.

A companhia aérea Malaysia Airlines também confirmou que, “devido aos recentes acontecimentos”, os seus aviões evitariam o espaço aéreo iraniano, informa a agência EBC.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias