Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Empresas mudam rotas para evitar espaço aéreo no Oriente Médio

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Itália quer elevar impostos sobre açúcar e passagens de avião
COMPARTILHE

Tensão no Oriente Médio está forçando companhias aéreas a modificarem rotas dos voos comerciais.

Com o objetivo de evitar eventuais perigos em meio à crescente tensão entre os Estados Unidos e o Irã, algumas companhias aéreas comerciais modificar as rotas dos voos que cruzam o Oriente Médio.

Na noite desta terça-feira (7), a Administração Federal de Aviação (FAA) dos EUA confirmou a proibição de pilotos e transportadoras americanas de voar em algumas áreas do Iraque, Irã, Golfo Pérsico e no Golfo de Omã, como noticiou a RENOVA.

A companhia Qantas, da Austrália, alterou suas rotas a fim de evitar o espaço aéreo do Irã e do Iraque até novo aviso.

Já as companhias aéreas Emirates e Flydubai, dos Emirados Árabes Unidos, cancelaram os voos para Bagdá, depois dos ataques do Irã contra duas bases em território iraquiano.

A companhia aérea Malaysia Airlines também confirmou que, “devido aos recentes acontecimentos”, os seus aviões evitariam o espaço aéreo iraniano, informa a agência EBC.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram