- PUBLICIDADE -

Enfermeiras alemãs sofrendo com violência dos migrantes em hospitais

- PUBLICIDADE -

A equipe de um hospital na cidade de Bielefeld está sofrendo cada vez mais com ameaças, abusos e ataques, informou o jornal alemão Neue Westfälische.

Especialmente jovens enfermeiras denunciam vários atos de abuso verbal e ataques físicos cometidos por migrantes. O hospital precisou tomar medidas de segurança especiais para proteger seus funcionários.

Membros do hospital disseram ao jornal que quando alguma coisa não agrada certos pacientes, as enfermeiras recebem xingamentos de todo tipo, principalmente quando a pessoa recebendo atendimento entrou no país nesse período de crise migratória.

O hospital agora está considerando medidas de segurança como botões de emergência e aulas de defesa pessoal para os funcionários. Uma das enfermeiras relatou um incidente no qual ela precisou ressuscitar uma pessoa moribunda e foi abusada por outro paciente que cuspiu na sua frente porque estava cansado de esperar.

Muitos funcionários já abandonaram seus empregos por conta de situações degradantes. Os colegas do sexo masculino também contam histórias semelhantes. Um até falou que foi ameaçado de morte e que teme que nada será feito até que seja tarde demais.

De acordo com o jornal Focus, outras grandes cidades da Alemanha também já contrataram pessoal de segurança para controlar a elevação no número de ofensas em hospitais.

 

Com informações de: [NW]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -