Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Enigma da atmosfera quente de Saturno pode ser revelado

Enigma da atmosfera quente de Saturno pode ser revelado

Nave Cassini parou de funcionar em 2017, mas seus dados continuam informando mesmo após desativação.

Um dos maiores mistérios envolvendo o planeta Saturno é como sua atmosfera pode ter uma temperatura tão quente, apesar de estar localizado tão distante do Sol

Este mistério pode ser solucionado pela sonda Cassini, da NASA, que passou 13 anos estudando de perto o planeta gasoso.

Analisando dados antigos da sonda, que foi desativada desde 2017, cientistas da agência dos Estados Unidos e da Agência Espacial Europeia (ESA) sugerem que as auroras são as responsáveis pelo aquecimento da atmosfera de Saturno. 

O fenômeno é acionado pelo fluxo constante de partículas carregadas de vento solar que, ao interagirem com partículas carregadas que fluem das Luas do planeta, criam correntes elétricas.

Segundo o site Space, o coautor do estudo, Tommi Koskinen, declarou:

“Os resultados são vitais para nossa compreensão geral das atmosferas planetárias e são uma parte importante do legado da Cassini.”

Usando os dados da Cassini, os astrônomos criaram um mapa de temperatura e densidade da atmosfera de Saturno, o que possibilitou o estudo de como as correntes elétricas das auroras aquecem a atmosfera superior do planeta, gerando o vento solar

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email