Português   English   Español
Português   English   Español

Entenda a nova escalada de tensão entre Rússia e Ucrânia

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O Parlamento da Ucrânia decidiu nesta segunda-feira (26) declarar lei marcial depois de navios russos atirarem contra embarcações do país na costa da Crimeia, região anexada pela Rússia em 2014.

O confronto no domingo (25) no mar Negro marca uma nova escalada na tensão entre os países vizinhos.

Para a Ucrânia, o incidente que resultou em tripulantes feridos e capturados foi um “ato de agressão”. Por outro lado, a Rússia afirma que os navios haviam “entrado em suas águas ilegalmente”.

Essa foi a primeira vez que as forças militares dos vizinhos entram em conflito aberto em anos recentes, apesar de as forças ucranianas estarem lutando contra separatistas apoiados pelo Kremlin.

 

O que aconteceu no domingo?

A marinha ucraniana afirma que seus navios — duas canhoneiras e um rebocador — foram atingidos e neutralizados, quando tentavam deixar a área próxima a uma ponte no estreito de Kerch – o único acesso para o mar de Azov.

Segundo a agência russa de inteligência FSB, a guarda costeira perseguiu os navios ucranianos e abriu fogo para forçá-los a parar. Afirmou também que três tripulantes ucranianos foram feridos e estão sendo tratados em um hospital na Crimeia.

Estreito de Kerch

O que levou a isso?

A tensão se agravou na costa da Crimeia há alguns meses, depois que a Ucrânia deteve um navio pesqueiro do país vizinho.

Em seguida, alegando uma ameaça em potencial à ponte de Kerch por parte de radicais ucranianos, a Rússia passou a inspecionar as embarcações que saem ou chegam a portos ucranianos por “questões de segurança”.

A Ucrânia acusa a Rússia de tentar ocupar o mar de Azov e prejudicar sua economia negando acesso a dois portos importantes: Berdyansk e Mariupol. Produtos derivados de ferro e aço que saem do segundo porto correspondem a 25% das receitas de exportação do país.

No último confronto, no domingo, a Rússia acusou os navios ucranianos -que tentavam ir do porto de Odessa, no mar Negro, para Mariupol, no de Azov- de entrarem ilegalmente em suas águas. A FSB havia temporariamente fechado a área para cargueiros.

 

O que está acontecendo na Ucrânia?

O presidente ucraniano, Petro Poroshenko, afirmou que as ações russas foram “não provocadas e malucas” e disse que iria pedir ao parlamento a aprovação de uma lei marcial. O parlamento aprovou o decreto assinado pelo líder da Ucrânia nesta segunda-feira (26).

Em um pronunciamento na TV, o líder ucraniano disse que não queria que a lei marcial afetasse as eleições marcadas para 31 de março do ano que vem. A medida de exceção entrará em vigor amanhã, no dia 28 de novembro.

 

Adaptado da fonte BBC

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!