Epidemia de mutilação genital feminina na Inglaterra

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Cerca de 4.500 novos casos de mutilação genital feminina foram registrados na Inglaterra no último ano, mais de um a cada duas horas, segundo dados oficiais.

Entre abril de 2017 e março de 2018, cerca de 6.200 mulheres e meninas que visitaram um médico, parteira ou outros serviços públicos de saúde na Inglaterra foram expostas à forma de abuso em algum momento, informou o Serviço Nacional de Saúde (NHS).

Alguns casos já haviam sido registrados, mas 4.495 foram detectados pela primeira vez desde que o governo tornou obrigatório para os médicos relatarem casos de mutilação genital feminina em 2015.

Desde então, houve 28.326 atendimentos médicos de mulheres com genitais mutilados e 16.265 casos recém-registrados.

No entanto, estima-se que 137.000 mulheres e meninas na Inglaterra e no País de Gales tenham sido expostas à prática em geral.

 

Traduzido e adaptado de Breitbart

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.