Equipe da Suíça quebra recorde de cálculo do Pi

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Conseguimos adquirir várias técnicas e otimizar nossos processos”, celebra professor.

Um grupo de acadêmicos da Universidade de Ciências Aplicadas dos Grisões, na Suíça, quebrou o recorde de cálculo do Pi (π).

A constante matemática representa a razão entre o perímetro e o diâmetro de uma circunferência. 

Depois de 108 dias e 9 horas de trabalho, agora, o número é composto por 62,8 trilhões de dígitos. 

Além dos primeiros dez algarismos já conhecidos 3.141592653, sabe-se que os dez últimos são 7817924264.

O resultado foi encontrado por um computador de alta performance. A equipe suíça foi cerca de 3,5 vezes mais rápida que o recorde anterior.

Em um comunicado, o professor Heiko Rölke declarou:

“Nós queríamos alcançar muitos objetivos com essa tentativa de quebrar o recorde. Conseguimos adquirir várias técnicas e otimizar nossos processos.”

Os acadêmicos já fizeram o pedido para que novo o recorde seja registrado como o cálculo mais preciso.

O número irracional completo deve ser divulgado com a publicação do Guinness World Records (Livro dos Recordes).

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.