Português   English   Español

Erdogan anuncia que vai acabar com a Uber na Turquia

O líder do regime islâmico da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que proibirá a Uber no país.

“Apareceu uma coisa chamada Uber ou algo assim. Isso acabou. Já não existe”, disse Erdogan durante um jantar realizado na noite de sexta-feira (1) com o sindicato de motoristas de ônibus de Istambul.

O líder da Turquia acrescentou:

De onde isso saiu? Há na Europa, mas aqui nós decidimos. Temos um sistema de táxis. O Ministério do Interior deu as instruções. Se eles se meterem no nosso trânsito, faremos o necessário. Ninguém pode pisar no direito dos nossos taxistas.

De acordo com informações do BOL:

Uma lei que permite a retirada das carteiras de motoristas de pessoas que trabalham para aplicativos como o Uber foi aprovada na última terça-feira, uma medida tomada pelo governo turco para lutar contra o serviço que compete com os taxistas.

A primeira infração será punida com multa. Caso seja pego pela segunda vez, o motorista pode ter a carteira suspensa por dois anos.

A Uber disse que, apesar do clima hostil, continuaria as suas atividades no país.

Segundo o portal RFI:

A capital econômica da Turquia conta com 17,4 mil taxis credenciados, essenciais para complementar os transportes públicos. No entanto, a reputada má qualidade do serviço fez prosperar o sucesso do Uber – que, na quarta-feira, garantiu que manteria as atividades no país, apesar das novas regras.

“Nós queremos trabalhar em cooperação com todos os parceiros locais, para desenvolver as opções de transporte nas cidades turcas. Nós permanecemos comprometidos até o fim na Turquia, como parceiros comerciais a longo prazo”, declarou a plataforma, em uma mensagem publicada em sua conta turca no Twitter.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter