Português   English   Español

Erdogan enfurece população promovendo ensino islâmico na Turquia

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Líder do regime islâmico da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, está obstinado na formação de uma ‘geração de fiéis’.

As escolas públicas estão fechando, com o mínimo de aviso prévio, substituídas por instituições de ensino islâmicas.

Exames são descartados por capricho do protoditador. Dezenas de milhares de professores do sistema público de ensino foram demitidos.

Grupos muçulmanos externos estão lecionando nas escolas, sem o consentimento dos pais.

A batalha envolvendo a formação da próxima geração turca tem sido um ponto turbulento para Recep Tayyip Erdogan, reeleito no dia 24 de junho numa espécie de referendo que aprofunda ainda mais sua marca no país após 15 anos no comando do governo.

Erdogan já enfraqueceu as instituições democráticas da Turquia, promovendo um expurgo nos tribunais e entre os servidores civis para expulsar aqueles suspeitos de fazerem oposição a ele, controlando a mídia e mantendo um estado de emergência após uma tentativa de golpe em 2016.

O ensino se tornou uma questão central, com pais do país inteiro protestando contra as mudanças impostas e lutando para encontrar escolas de sua escolha. A jogada mais controvertida é a expansão do ensino religioso promovida por Erdogan.

 

Com informações de Estadão

Twitter
WhatsApp
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Deixe seu comentário

Veja também...

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações