Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Erdogan liberta 90 mil criminosos na Turquia, exceto presos políticos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Erdogan destrói mais de 300 mil livros na Turquia
COMPARTILHE

As cadeias turcas estão entre as mais superlotadas do continente, com mais de 286 mil presos.

O regime da Turquia aprovou, nesta segunda-feira (13), a soltura de cerca de 90 mil presos para reduzir a superlotação do sistema carcerário em meio à pandemia do novo coronavírus.

A legislação beneficia uma série de presos: idosos, detentos com problemas de saúde e mulheres grávidas.

A medida não será aplicada, no entanto, aos opositores do governo de Recep Tayyip Erdogan e a presos políticos que foram enquadrados na lei de terrorismo.

Os jornalistas que ousaram desafiar Erdogan também permanecerão na prisão, destaca o portal UOL.

O país já registrou 60 mil casos de coronavírus e mais de 1,3 mil mortes. Desses óbitos, 17 eram prisioneiros e 79 empregados do sistema carcerário.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.