Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Erdogan tenta esconder participação da Turquia em genocídio na Armênia

COMPARTILHE

Por muito tempo, o Ocidente vem fazendo vista grossa ao comportamento da Turquia.

A história da Armênia é costurada por perseguição generalizada e sofrimento em massa ao longo de centenas de anos.  

É uma história que inclui o primeiro genocídio do século 20, quando mais de 1,5 milhão de armênios foram sistematicamente exterminados pelo Império Otomano

O regime de Recep Tayyip Erdogan, da atual Turquia, nega a existência do genocídio dos armênios.  

O povo da Armênia encara os últimos atos de agressão do Azerbaijão na região de Nagorno-Karabakh como uma continuação do genocídio turco e uma ameaça à sua própria existência. De certa forma, a história estaria se repetindo.  

Desde o início do conflito no mês passado, a Turquia armou e enviou mercenários sírios, incluindo terroristas islâmicos, para ajudar o Azerbaijão a lutar contra os armênios. 

Já vimos este enredo cem anos atrás, quando os turcos-otomanos ajudaram os Curdos, que desempenharam um papel vital no genocídio armênio. É como se Erdogan tivesse recorrido ao antigo manual do Império Otomano, destaca o jornal National Review

Não há como negar o papel da Turquia ao impulsionar o confronto em Nagorno-Karabakh por meio de ações militares e da retórica inflamada de Erdogan.  

Por outro lado, a campanha em andamento de Ancara para negar o genocídio armênio também ajudou a intensificar o atrito regional. 

O genocídio na Armênia é uma das razões pela qual há mais jornalistas nas prisões turcas do que em qualquer outro lugar do mundo.

Também é um dos motivos pelo qual Ancara regularmente encabeça o ranking anual de violações aos direitos humanos.  

O sucesso considerável da Turquia em se recusar a reconhecer seu papel histórico no genocídio armênio faz, hoje em dia, o regime de Erdogan acreditar que pode fazer o que quiser, sem as devidas consequências. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE