Escândalo da Odebrecht avança na República Dominicana

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Ministério Público da República Dominicana anunciou na quinta-feira (7) que apresentou acusações contra sete pessoas por envolvimento no caso Odebrecht.

O procurador-geral, Jean Alain Rodríguez, disse em entrevista coletiva que têm provas contra sete pessoas de propinas, enriquecimento ilícito e lavagem de dinheiro, por isso está apresentando uma acusação formal e solicitando auto de abertura para julgamento, mas que não encontraram evidências contra outros oito ex-funcionários e legisladores.

Os sete dominicanos que serão submetidos à Justiça:

  • Senador Tommy Alberto Galán
  • Ex-ministro de Obras Públicas Víctor Díaz Rúa
  • Ex-presidente do Senado Porfirio Andrés Bautista García
  • Ex-presidente do Senado Jesús Vásquez
  • Ex-senador Roberto Rodríguez Hernández
  • Advogado Conrado Pittaluga Arzeno
  • Empresário Ángel Rondón, nomeado pelo Ministério Público como a pessoa que recebeu e distribuiu os propinas.

O procurador Rodríguez afirmou:

Podemos afirmar de maneira clara e precisa, que este grupo (os sete) recebeu propinas. Comprovamos de maneira irrefutável que apresentam um patrimônio que simplesmente não podem justificar.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.