Escassez de gasolina agrava crise na Venezuela

Idiomas:

Português   English   Español
Escassez de gasolina agrava crise na Venezuela
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Depois que o regime Maduro passou a restringir o fornecimento de combustível para conter o contrabando para a vizinha Colômbia, a escassez de gasolina virou rotina na Venezuela.


As sanções impostas pelo governo dos Estado Unidos em janeiro ao regime de Nicolás Maduro, também estão contribuindo para a ampla escassez de combustível na Venezuela.

No ano passado, a estatal petroleira PDVSA entregava 160 mil barris por dia de gasolina para uso doméstico. Hoje em dia, a estimativa é que este fornecimento caiu para 60 mil barris diários, suficientes para atender apenas 38% da demanda.

Em Maracaibo, onde a escassez de combustível já está presente há três anos, os apagões constantes também dificultam o fornecimento, porque as bombas nos postos deixam de funcionar.

“Não aguento mais”, reclamou o venezuelano Marín Mendez, depois de passar 40 minutos imóvel na fila.

“Fila para a aposentadoria, fila para comprar comida, fila para a gasolina. Não dá mais”, acrescentou ele, segundo o Estadão.

Newsletter RENOVA

Receba gratuitamente as principais notícias do Brasil e do Mundo por email.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

Veja também...