Escola cristã será fechada no Canadá por usar condenar homossexualidade

O conselho escolar da cidade de Kingman votou por unanimidade pelo fechamento de uma escola cristã que divulgou textos bíblicos no manual do aluno condenando a prática homossexual.

A Divisão Escolar decidiu encerrar a parceria com a Academia Cristã Cornerstone. Com isso, ao final do ano letivo de 2018, o repasse de verbas públicas que permitiam o funcionamento da escola será finalizado.

As relações entre o instituto educacional e o conselho escolar estão estremecidas desde o ano passado, quando a escola foi proibida de publicar certos textos das Escrituras no manual entregue a cada aluno.

A escola também havia sido impedida de usar em sala de aula “qualquer texto que pudesse ser ofensivo a indivíduos”, alegando que contraria a legislação de direitos humanos.

O Centro de Justiça para Liberdades Constitucionais (CJLC), que defende a escola na justiça do Canadá, denunciou a tentativa de censura:

‘Os pais têm o direito de educar seus filhos como bem entenderem, e os pais têm o direito de se unirem a instituições religiosas e instituições educacionais religiosas’, disse o CJLC.

Atualmente, 170 alunos estudam na Cornestone. Caso perca na justiça, a opção serie continuar funcionando como uma escola particular, mas isso deve encarecer em muito as mensalidades.

 

Com informações de: [GospelPrime]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia