Esfaqueador de Bolsonaro tinha passagem pela polícia

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Adélio Bispo de Oliveira, responsável por esfaquear o candidato Jair Bolsonaro (PSL), era um militante de esquerda com passagem pela polícia.

Natural de Montes Claros, em Minas Gerais, o esfaqueador foi filiado ao PSOL durante alguns anos. Uma análise das redes sociais do meliante também deixam claro que ele tinha um viés esquerdista.

Flávio Santiago, major da PM mineira, informou à BBC Brasil que Adélio Bispo de Oliveira já havia sido preso em 2013 por lesão corporal.

O sargento Alessandro do Nascimento, da Polícia Militar de Juiz de Fora, informou a O Antagonista que, durante o primeiro interrogatório, antes de ser levado para a Polícia Federal, Adélio Bispo de Oliveira disse que esfaqueou Jair Bolsonaro “porque quis”.

Twitter
Facebook
Google+
LinkedIn
Pinterest

Isso também pode te interessar

Deixe seu comentário

Anunciante
e-consulters
Parceiro

Assine nossa Newsletter!

Preencha o formulário para assinar.

Nome Email
newsletter

Últimas publicações