Português   English   Español

Eslováquia também abandona pacto da ONU sobre migração

O documento das Nações Unidas sobre migração é controvertido e vem sendo rejeitado por vários países.

A Eslováquia declarou sua retirada do pacto global sobre migração proposto pela Organização das Nações Unidas.

“Como chefe de governo, rejeito o texto do pacto migratório e rejeito que ele valha na Eslováquia”, anunciou o premiê Peter Pellegrini.

Legalmente não vinculativo, o acordo, segundo a ONU, visa organizar melhor o êxodo e a migração em nível global, e tem assinatura prevista para o encontro da ONU de 10 e 11 de dezembro, no Marrocos.

Com o anúncio de Bratislava, distanciam-se do pacto todos os quatro integrantes do Grupo de Visegrado – Eslováquia, Hungria, Polônia, República Tcheca –, aliança formada em 1991 pelos países centro-europeus membros da União Europeia e da Otan, para fins de cooperação militar, cultural, econômica e energética.

Além dos países de Visegrado, os Estados Unidos, Israel, Áustria, Austrália e Bulgária também avisaram que não vão assinar o documento da ONU.

Adaptado da fonte DW

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter