Eslováquia vai transferir sua embaixada em Israel para Jerusalém

“A Eslováquia está a caminho de transferir sua embaixada para Jerusalém”, disse o presidente do Conselho Nacional, Andrej Danko, ao presidente israelense Reuven Rivlin, nesta quarta-feira (4).

Na terça-feira (3), uma delegação visitante de parlamentares eslovacos anunciou que o país do leste europeu também abrirá um centro cultural na capital de Israel, mas não deram um prazo para quando o novo centro seria aberto.

A mudança, quando se concretizar, marcará uma ruptura com a política da União Europeia sobre Jerusalém.

A decisão, tomada pelo primeiro-ministro eslovaco Peter Pellegrini, acontece depois que o presidente da Knesset, Yuli Edelstein, pediu para a Eslováquia seguir os passos da República Tcheca na abertura de um consulado honorário na cidade.

Edelstein agradeceu aos eslovacos, dizendo:

Esta é uma tremenda conquista diplomática para Israel e uma agradável surpresa para todos nós. Tenho certeza de que, quando delegações adicionais chegarem aqui, elas entenderão que Jerusalém é a eterna capital de Israel.

Em abril, o presidente tcheco, Milos Zeman, disse que seu país abriria um consulado e um centro cultural em Jerusalém. Zeman também reiterou sua intenção de transferir a embaixada tcheca de Tel Aviv para a capital israelense.

 

Traduzido e adaptado de JNS
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia