Espanha diz que Maduro quer se perpetuar no poder

Idiomas:

Português   English   Español
Espanha diz que Maduro quer se perpetuar no poder
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Apesar das críticas, o premiê da Espanha se mostrou contrário a uma possível intervenção militar na Venezuela.

O premiê socialista da Espanha, Pedro Sánchez, afirmou nesta quarta-feira (27) que o ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, não tem a intenção de dialogar ou ter “uma negociação sincera” com as outras nações.

Sánchez indicou que Maduro usou os mecanismos de diálogo apenas como “um instrumento para ganhar tempo e se perpetuar no poder”.

O premiê da Espanha julgou que as eleições realizadas em maio de 2018, nas quais o chavista foi reeleito, “não foram livres, justas ou críveis e, portanto, carecem de legitimidade democrática.”

De acordo com a revista VEJA, Sánchez disse que a convocação de “eleições livres, democráticas, transparentes e com todas as garantias é a única solução possível para a profunda crise que vive o país” latino-americano.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as últimas notícias do Brasil e do Mundo.

Curta, siga e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email
SIGA A RENOVA NO TWITTER

Deixe seu comentário...

Veja também...