Espanha pode ter eleições antecipadas após rejeição de orçamento

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Parlamento espanhol rejeitou proposta do governo para orçamento, pressionando o primeiro-ministro Pedro Sánchez a convocar eleições.

O Parlamento da Espanha rejeitou nesta quarta-feira (13) a proposta do governo para o orçamento deste ano.

A derrota governamental deve levar o primeiro-ministro Pedro Sánchez a convocar eleições antecipadas. O governo do socialista conta com apenas 84 dos 350 deputados.

Com 191 votos a favor e 158 contrários, foram aprovadas 6 emendas apresentadas pela oposição de direita e pelos independentistas catalães, o que significa que o orçamento foi rejeitado, registra o G1.

No último sábado, milhares de direitista se manifestaram nas ruas de Madri acusando Sánchez de ceder às exigências dos independentistas da Catalunha e pedindo eleições antecipadas, conforme noticiou a RENOVA.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.