- PUBLICIDADE -

Especialista da OMS é criticado por sugerir invasões de casas

Especialista da OMS é criticado por sugerir invasões de casas

- PUBLICIDADE -

“Nós precisamos procurar entre as famílias para encontrar as pessoas que podem estar doentes”, disse membro da OMS.

Mike Ryan, diretor executivo do programa de emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), afirmou que, em resposta à pandemia do novo coronavírus, os funcionários do órgão podem precisar entrar nas casas das pessoas para remover familiares.

Durante entrevista coletiva no dia 22 de março, Ryan declarou:

“Nós temos que ir e olhar dentro das famílias para encontrar as pessoas que podem estar doentes, removê-las e isolá-las de uma maneira segura e digna.”

Apesar de boa parte da imprensa dos Estados Unidos não ter dado muito importância para a declaração do funcionário da OMS, o jornalista Tucker Carlson, da Fox News, não conseguiu conter sua indignação com as palavras.

Durante o monólogo inicial do seu programa, na noite de segunda-feira (6), Carlson considerou a declaração uma ameaça à população:

“Só para você saber, estamos indo à sua casa, prendendo seus filhos e ‘isolando-os de uma maneira segura e digna’, seja lá o que isso signifique.”

O apresentador da Fox News observou que esse não é o tipo de declaração de que as autoridades “despejam casualmente” durante as coletivas de imprensa.

Carlson ainda enfatizou que, normalmente, essas “ameaças” sobre tirar crianças dos seus pais podem servir como gatilho para despertar comportamentos violentos na sociedade.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -