PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

‘Esquema criminoso de Pezão ainda está em curso’, diz Dodge

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A Procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou nesta quinta-feira (29) que as prisões do governador Pezão e de outros oito envolvidos foram necessárias porque os crimes ainda estão em curso.

Na manhã desta quinta-feira (29), Luiz Fernando Pezão foi acordado no Palácio Laranjeiras pela Polícia Federal, que cumpria um mandado de prisão contra o governador fluminense.

Pezão é acusado de ser o cabeça de um novo esquema criminoso no governo do Rio de Janeiro.

A operação da PF mostra que Pezão não era apenas um fantoche do ex-governador preso na Operação Lava Jato, Sergio Cabral, mas que também gerenciava seu próprio sistema de corrupção.

Em entrevista coletiva, segundo O Antagonista, a Procuradora-geral Raquel Dodge afirmou:

Um dos crimes em curso é o de organização criminosa, continua atuando e especialmente à lavagem de dinheiro. A lavagem é o crime que se pratica após a corrupção e que consiste em ocultar onde o dinheiro está. Pelas informações, continua a ser feito.

E acrescentou:

E é por essa razão, porque os infratores ainda praticam esse crime, que chegou-se a necessidade de requerer prisão preventiva para a garantida da ordem pública.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.