- PUBLICIDADE -

Esquerda brasileira denuncia golpe contra Morales na Bolívia

Esquerda brasileira denuncia golpe contra Morales na Bolívia

- PUBLICIDADE -

“Acabo de saber que houve um golpe de estado na Bolívia e que o companheiro Evo Morales foi obrigado a renunciar”, disse Lula.

Partidos políticos brasileiros alinhados à esquerda saíram em defesa de Evo Morales, que renunciou à Presidência da Bolívia na tarde deste domingo (10).

Após três semanas de intensos protestos, Morales havia anunciado na manhã de hoje novas eleições, mas a cúpula militar do país pediu que ele deixasse o cargo após um relatório da Organização dos Estados Americanos (OEA) apontar inúmeras fraudes nas últimas eleições.

Através de mensagem no Twitter, o condenado e ex-presidente Lula da Silva (PT) classificou a situação como um “golpe de estado” contra Evo e criticou a elite econômica da América Latina

“Acabo de saber que houve um golpe de estado na Bolívia e que o companheiro Evo Morales foi obrigado a renunciar. É lamentável que a América Latina tenha uma elite econômica que não saiba conviver com a democracia e com a inclusão social dos mais pobres”, disse o petista.

Em nota oficial, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) disse que “este domingo (10) entrará para a história sul-americana como um dos seus dias mais sombrios”. 

O posicionamento dos esquerdistas brasileiros está de acordo com o de Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, que também denunciou um suposto golpe contra Morales.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -