Esquerda da Itália classifica evento pró-família de ‘neofascista’

Idiomas:

Português   English   Español
Esquerda da Itália classifica evento pró-família de 'neofascista'
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Uma mídia esquerdista da Itália classificou cidadãos pró-vida e pró-família como “neofascistas” e “homofóbicos”.

Uma manchete no jornal italiano La Repubblica anunciou no último sábado que “Neofascistas, Anti-Aborto e Homofóbicos” fazem parte da “lista de deploráveis” que estão chegando na cidade de Verona, no norte da Itália, para um evento internacional pró-família.

O “13º Congresso Mundial das Famílias” acontecerá em Verona de 29 a 31 de março e será coordenado pela Organização Internacional para a Família (IOF), com sede nos Estados Unidos.

A IOF reuniu um impressionante número de vozes pró-família de todo o mundo, incluindo o vice-premiê italiano Matteo Salvini.

O artigo no La Repubblica foi escrito pelo jornalista pró-LGBT Giampaolo Visetti.

Visetti define o evento pró-família como “a cúpula mundial do anti-aborto e do anti-gay”, que está associado à “extrema direita europdia” e busca destronar o “secular arquipélago de direitos humanos”.

Em resposta a essa defesa pró-família, Visetti escreve que os movimentos de direitos humanos, pró-gênero e feministas “estão se mobilizando contra as políticas regressivas das instituições e do governo, unidas contra as leis do Estado”, registra o Breitbart.

Newsletter RENOVA

Receba diariamente as principais notícias do Brasil e do Mundo.

Curta e compartilhe esta notícia

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário

Veja outras notícias em destaque