Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Esquerda de Portugal quer visita de Bolsonaro cancelada

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Esquerda de Portugal quer visita de Bolsonaro cancelada

A viagem de Bolsonaro a Portugal está prevista para o início de 2020, embora ainda não tenha sido divulgada uma data concreta.

O Bloco de Esquerda, parceiro do governo socialista de Portugal, pediu o cancelamento da visita do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao País, prevista para 2020.

Em comunicado publicado na última semana, o partido criticou as declarações de Bolsonaro sobre Fernando Santa Cruz, que foi dado como desaparecido em 1974, durante o regime militar, e cujo corpo nunca foi encontrado.

Santa Cruz foi integrante do grupo terrorista Ação Popular (AP) e é pai de Felipe de Santa Cruz, atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

O partido esquerdista considera que a visita de Bolsonaro indicaria ao povo “irmão” do Brasil que o Executivo português é “conivente com a constante falta de respeito à democracia demonstrada pelo atual governo” e pede ao Ministério de Exteriores seu cancelamento.

“Os portugueses não podem manter-se indiferentes frente a um presidente que, como diz a Ordem dos Advogados do Brasil, parece ignorar os fundamentos do Estado Democrático de Direito, entre eles a dignidade da pessoa humana, na qual se inclui o direito ao respeito da memória dos mortos”, acrescenta o comunicado, segundo o site UOL.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email