Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Esquerda derrotada após 36 anos no poder na Andaluzia, na Espanha

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Esquerda derrotada após 36 anos no poder na Andaluzia na Espanha
COMPARTILHE

O Partido Popular (PP, centro-direita) e o Ciudadanos (liberais) chegaram a um acordo para presidir o parlamento regional da Andaluzi.

A coalizão de centro-direita conseguiu chegar o poder desta comunidade autônoma da Espanha após 36 anos ininterruptos de administração pelo Partido Socialista e Operário Espanhol (PSOE).

A deputada do Ciudadanos, Marta Bosquet, foi escolhida nesta quinta-feira (27) como presidente do parlamento regional.

Já o líder do PP na Andaluzia, Juan Manuel Moreno, será previsivelmente o novo chefe do governo autônomo dentro de algumas semanas com um programa político estipulado entre os dois partidos.

“Demos um passo definitivo e determinante para a constituição de um novo governo na Andaluzia e para a almejada mudança política reivindicada por uma maioria de andaluzes”, disse Moreno nesta quarta-feira.

Bosquet foi apoiada pelos 59 deputados dos partidos PP, Ciudadanos e Vox (partido rotulado como extrema-direita), ou seja, a maioria absoluta das 109 cadeiras da câmara legislativa andaluza, constituída hoje após as eleições regionais de 2 de dezembro.

Adaptado da fonte EFE
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram