Português   English   Español

Esquerda pede impugnação de deputada do PSL

Esquerda pede impugnação de deputada do PSL

Campagnolo, do PSL, sugeriu que estudantes denunciem ataques políticos contra Bolsonaro nas salas de aula.

A deputada estadual eleita Ana Caroline Campagnolo (PSL), de Santa Catarina, pediu aos estudantes catarinenses que denunciem professores que façam “queixas político-partidárias em virtude da vitória do presidente [Jair] Bolsonaro”.

Ela declarou:

Muitos professores doutrinadores estarão inconformados e revoltados. Muitos não conseguirão disfarçar sua ira e farão da sala de aula uma audiência cativa para suas queixas político-partidárias em virtude da vitória do Presidente Bolsonaro.

Uma petição registrada no domingo (28) no site Avaaz pede a impugnação da deputada Campagnolo afirmando que “a liberdade de expressão dos professores em sala de aula foi explicitamente atacada”.

O texto afirma:

Nós, professores, entendemos que a referida Ana Caroline está incitando ódio ao afirmar inverdades, provocando um ambiente escolar insalubre, visto que nas atribuições em sala de aula, os professores sobretudo os da área de Humanas (alvo das críticas da referida) não fazem doutrinação ao ensinarem seus conteúdos, mas os apresentam e promovem debates com a total lisura respeitando o livre pensamento dos alunos e da comunidade educacional em geral.

No momento da produção desta matéria, a petição já havia alcançado 237 mi assinaturas de uma meta de 300 mil. O documento não tem efeito prático.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...