Português   English   Español

Esquerdista foge de debate em rádio ao ver líder do MBL

A escritora Márcia Tiburi abandonou entrevista em programa de rádio ao descobrir que dividiria os microfones com Kim Kataguiri, membro do Movimento Brasil Livre.

A entrevista aconteceria nesta quinta-feira (25/01), na rádio Guaíba, de Porto Alegre-RS, e seria conduzida pelo jornalista Juremir Machado.

Márcia Tiburi deixou o estúdio imediatamente ao saber que Kim Kataguiri seria o outro entrevistado. Visivelmente incomodada em encontrar uma das lideranças do MBL ela deixou do estúdio se dirigindo ao jornalista e criticando Kim:

Você deveria ter me avisado. Tenho vergonha de estar aqui. Que as deusas me livrem. Não converso com pessoas indecentes, perigosas.

No mesmo dia, Márcia publicou declaração onde disse ao jornalista que apesar de gostar muito do trabalho dele, não foi avisada sobre quem era o outro convidado e que se sente no direito de não legitimar interlocutores como Kim Kataguiri.

Ao longo da minha vida me neguei poucas vezes a participar de debates. Sempre que o fiz, foi por uma questão de coerência. Tenho o direito de não legitimar como interlocutor pessoas que agem com má fé contra a inteligência do povo brasileiro ao mesmo tempo em que exploram a ignorância, o racismo, o sexismo e outros preconceitos introjetados em parcela da população.

Márcia Tiburi é figura conhecida na internet por suas posições de esquerda. Ela é colunista de mídias alternativas e autora de diversos livros, entre eles “Como dialogar com um fascista — Reflexões sobre o cotidiano autoritário brasileiro”.

Aparentemente, apesar de classificar o líder do MBL de fascista, a esquerdista não fez jus ao título da sua obra e recusou participar do diálogo.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter